“Fazei de mim um instrumento de vossa paz!”

Usado na Páscoa, no Natal, nas Festas do Senhor, nas Festas de Nossa Senhora e dos Santos, exceto dos mártires. Simboliza alegria, ressurreição, vitória, pureza e alegria.

14/08/2018 - Ano: C
Cor Litúrgica: Branco (Saiba porque!)

Aclamai o Senhor, terra inteira, dizei um salmo ao seu nome, * fazei glorioso o seu louvor (Sl 65,1-2).

Dizei a Deus, como são estupendas as vossas obras! * tão poderosa é vossa força que os inimigos vos glorificam! (Sl 65,3).

Toda terra vos adore e vos cante * cante um salmo ao vosso nome (Sl 65,4).
Vinde, todos os que temeis a Deus, ouvi que eu vou contar, * quão grandes coisas ele fez para minha alma (Sl 65,16).

A ele clamei com minha boca * e exultei com minha língua (Sl 65,17; R).
Do seu templo santo escutou a minha voz, * meu clamor chegou aos seus ouvidos (Sl 17,7c-d).

Bendizei, ó povos, ao nosso Senhor; * e fazei ouvir a voz em seus louvores (Sl 65,8).
Nele serão abençoadas todas as raças da terra, * todos povos hão de bendizê-lo (Sl 71,17c-d).

Bendito seja o Senhor, Deus de Israel; * pois só ele faz grandes maravilhas (Sl 71,18; R).

E bendito seja o nome de sua majestade para sempre; * e se encha toda terra de sua glória. Assim seja! Assim seja! (Sl 71,19).

 

(S. Francisco de Assis - "Ofício da Paixão", Salmo X)