“Fazei de mim um instrumento de vossa paz!”

Usado na Páscoa, no Natal, nas Festas do Senhor, nas Festas de Nossa Senhora e dos Santos, exceto dos mártires. Simboliza alegria, ressurreição, vitória, pureza e alegria.

14/08/2018 - Ano: C
Cor Litúrgica: Branco (Saiba porque!)

Cantai ao Senhor um cântico novo,
porque ele fez maravilhas (Sl 97,1)!
A seu Filho amado sacrificou sua destra
e seu santo braço (cf. Sl 97,1).
O Senhor fez conhecer a sua salvação,
diante dos povos revelou sua justiça (Sl 97,2).
Naquele dia o Senhor
ofereceu sua misericórdia,
e à noite foi cantado o seu louvor (Sl 41,9).
Este é o dia que o Senhor fez;
exultemos e nos alegremos nele (Sl 117,24)!
Bendito seja o que vem em nome do Senhor;
Deus é Senhor,
e fez brilhar sobre nós a sua luz (Sl 117,26-27).
Alegrem-se os céus e exulte a terra,
comova-se o mar com tudo que tem dentro;
alegrem-se os campos com tudo que há neles (Sl 95,11-12).
Países estrangeiros,
vinde trazer glória e honra ao Senhor,
rendei glória ao nome do Senhor (Sl 95,7-8).
Reinos da terra,
cantai a Deus, salmodiai ao Senhor (Sl 67,33).
Salmodiai a Deus,
que sobe para o céu do céu,
para o Oriente (Sl 67,33-34).
Eis que dará à sua voz a voz da força;
dai glória ao Deus de Israel,
sua magnificência e seu poder
resplandecem nas nuvens (Sl 67,34-35).
Admirável é Deus em seus santos,
o Deus de Israel
dará força e fortaleza a seu povo,
bendito seja Deus!(Sl 67,36).

 

(S. Francisco de Assis, "Ofício da Paixão" - Salmo IX)